Projeto Mãe Canguru

1ª etapa do Projeto Mãe Canguru

Segundo a PORTARIA Nº 1.683, de 12 de Julho de 2007 o Método Canguru é um modelo de assistência perinatal voltado para o cuidado humanizado, reunindo estratégias de intervenção bio-psico-social. O contato pele-a-pele, no Método Canguru, começa com o toque evoluindo até a posição canguru.

O método se inicia de forma precoce e crescente, por livre escolha da família e da mamãe, pelo tempo que acharem prazeroso e suficiente. Esse método ainda permite uma maior participação dos pais e da família nos cuidados neonatais, ampliando o vínculo com o bebê.

A posição canguru consiste em manter o recém-nascido, de baixo peso, em contato pele-a-pele, na posição vertical junto ao peito dos pais ou de outros familiares. Deve ser realizada de maneira orientada, segura e acompanhada de suporte assistencial por uma equipe de saúde adequadamente treinada. O peso mínimo pra esta etapa é de 1.250g, e ela é realizada na UTI Neonatal do HNSC.

2ª etapa do Projeto Mãe Canguru

Após alta da UTI Neonatal, o bebê é encaminhado para Pediatria onde é continuado o método canguru. Nesta 2ª etapa, o bebê permanece de maneira contínua com sua mãe e a posição canguru será realizada pelo maior tempo possível. Esse período funcionará como um “estágio” pré-alta hospitalar.

Esta prática proporciona vários benefícios:

Aumentar o vinculo mãe e filho.

Reduz o tempo de separação mãe e filho.

Melhora a qualidade do desenvolvimento neurocomportamental e psico-afetivo do RN de baixo-peso.

Estimula o aleitamento materno, permitindo maior frequência, precocidade e duração da amamentação.

Permite um controle térmico adequado do RN.

Favorece a estimulação sensorial adequada do RN.

Contribui para a redução do risco de infecção hospitalar.

Reduz o estresse e a dor dos RN de baixo peso.

Propicia um melhor relacionamento da família com a equipe de saúde.

Possibilita maior competência e confiança dos pais no manuseio do seu filho de baixo peso, inclusive após a alta hospitalar.

O bebê após a alta hospitalar inicia a 3ª etapa do Projeto Mãe Canguru, na rede Básica de Saúde. Esta fase se caracteriza pelo acompanhamento da criança e da família no ambulatório e/ou no domicílio até atingir o peso de 2.500g, dando continuidade à abordagem biopsicossocial. Simultaneamente, os bebês desta categoria de baixo peso realizam um acompanhamento no Banco de Leite Humano do Hospital Nossa Senhora da Conceição que avalia a produção e ingestão de leite materno da mãe e do bebê. Este acompanhamento se dá através de agendamento prévio, antes da alta hospitalar.

Prêmios e
Certificações

Start typing and press Enter to search

Top
X